quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Grupo de Estudos Gustavo Corção renova suas metas para 2008.

Por Andersom Calil - Jornalista
O homem concreto inserido em um determinado contexto histórico-cultural ligado a uma série de corpos intermediários, ou grupos naturais, como a família, os sindicatos, a universidade e o município. É com esta visão organicista da sociedade e afirmando a soberania de Deus, que o Grupo de Estudos Gustavo Corção se reuniu no dia 23 de Fevereiro para renovar suas metas para 2008.
Ficou definido que o grupo se reunirá semanalmente para o estudo de temas relacionados com a tradição católica, filosofia, política, história e temas correlatos.
O estudante Fernando Rodrigues Batista fez um breve relato sobre a vida e obra do filósofo argentino Jordan Bruno Genta, mártir católico assassinado por marxistas em 1974, ressaltando que nas próximas semanas fará exposições sobre outros pensadores como Jackson de Figueiredo, Gustavo Corção, José Pedro Galvão de Sousa dentre outros, bem como iniciar um curso para os membros do grupo sobre filosofia política seguindo as linhas do pensamento tomista, onde sempre serão abordados temas como lei natural, lei moral, ordem natural, ordem moral, realismo, idealismo, os quais são tratados de forma vulgarizada sobretudo nas universidades.
Para o acadêmico de História Aquiles Sessi, o grupo tem como prioridade o estudo da doutrina religiosa da Igreja Católica, que concebe o homem como criação divina, dotado de uma alma espiritual e eterna.
No final da tarde, ao final do encontro os participantes rezaram o Ângelus.

Nenhum comentário:


Fernando Rodrigues Batista

Quem sou eu

Minha foto
Católico tradicionalista. Amo a Deus, Uno e Trino, que cria as coisas nomeando-as, ao Deus Verdadeiro de Deus verdadeiro, como definiu Nicéia. Amo o paradígma do amor cristão, expressado na união dos esposos, na fidelidade dos amigos, no cuidado dos filhos, na lealdade aos irmãos de ideais, no esplendor dos arquétipos, e na promessa dos discípulos. Amo a Pátria, bem que não se elege, senão que se herda e se impõe.
"O PODER QUE NÃO É CRISTÃO, É O MAL, É O DEMONIO, É A TEOCRACIA AO CONTRÁRIO" Louis Veuillot